Enlaces para accesibilidad

Centrais Sindicais preparam protestos


<!-- IMAGE -->

Os sindicatos de trabalhadores en Trinidad e Tobago preparam uma grande passeata em um dos momentos políticos mais importantes do país.

A Quinta Cúpula das Américas ocorrerá entre 17 e 19 de Abril, en Trinidad e Tobago, e vai reunir 34 dos 35 presidentes e chefes de governo do continente americano, com a exceção de Cuba. O presidente americano Barack Obama confirmou presença.

O sindicato dos petroleiros da ilha caribenha, uma das maiores organizações de trabalhadores do país, prometeu realizar passeatas pacíficas, mas deixou claro que não perderá a oportunidade de expressar seu descontentamento diante dos líderes estrangeiros.

Ancil Roget, presidente do sindicato, disse que não pode garantir que os trabalhadores não protestem. Ele afirmou que o grupo vai realizar manifestações antes, durante e depois da Cúpula.

O Primeiro-ministro de Trinidad e Tobago, Patrick Manning, pediu a cooperação dos sindicatos para deixar uma boa impressão aos Chefes de Estado e também a imprensa internacional.

Manning disse que não quer impedir a liberdade de expressão no país e pediu a colaboração para que o evento transcorra sem inconvenientes.

A Oposição avisou que também vai se unir aos manifestantes porque o “sofrimento dos cidadãos, en geral, é ignorado.”

O líder oposicionista do partido Congresso Nacional Unido, Basdeo Panday, disse que todos estão vendo no país milhares de trabalhadores perdendo o emprego como resultado direto da política do governo e da má administração da economia.

Os jornais locais disseram que a polícia receberá treinamento especial da agência britânica Scotland Yard, para controlar grandes manifestações públicas.

XS
SM
MD
LG